quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Fofinho, o chorão

Hoje fomos, eu e a Nini, com o Fofinho ao veterinário. Não fomos ao daqui do lado, fomos a um conhecido, mas mais longe.

O primeiro miar, quando o carro começa a trabalhar, até nos assustou, completamente diferente do normal. Acho que era choro mesmo. Foi todo o caminho nisto, num miar agoniante, eu e a Nini já não o podíamos ouvir. Lá, esteve muito bem, reforço de vacina, desparatização e muita curiosidade no ambiente novo.

De novo no carro... e ainda para levar a Nini à escolinha... chora, chora, chora, que é como quem diz, mia, mia, mia. De regresso a casa, adoptou outra atitude, a fuga! Debateu-se dentro do saco (que é de pano e não de pvc) e conseguiu abrir o fecho. Eu, em andamento, a empurrar-lhe a cabeça para dentro e tentar fechar o saco, um filme!

Quando chegamos a casa, ele nem queria acreditar! Nem eu... Uff!

4 comentários:

apm disse...

Bolas, realmente ele não deve gostar de viajar de carro.
E tu tens mais um bebé chorão!! LOL
Bjos

Sílvia disse...

Cá por casa, quando uma delas tem de ir ao vet... sou obrigada a levar a outra também. Ficam desesperadas, uma sem a outra...
:)

Susana Happy Days disse...

Coitadinho... os gatos realmente acho que sofrem bem mais nessa aspecto, porque para eles sair de casa (sem ser por vontade deles), é um verdadeiro castigo!

Vê lá se para a próxima arranjas um saco melhor... olha pensa se ele te salta para as mãos ou assim!

Keratina disse...

Para quem teve durante 14 anos uma gata em casa que aprontou muito, nem podes imaginar as cenas que me passaram pela cabeça com a descrição, lol.
A nossa fazia as férias de verão todas durante esses anos. E nunca disse que não. O ano que ficou com os meus avós em Lisboa ía morrendo de desgosto.
Bjokas