quarta-feira, 3 de março de 2010

Fraldas ecológicas



Hoje fiquei a pensar neste assunto, como será usar as fraldas ecológicas?

Da Nini nunca sequer ponderei, sempre usei as descartáveis, agora estou a pensar nisso, utiliza-las em casa e restringir as descartáveis às saídas e férias.

Há várias marcas no mercado, pelo que pesquisei, umas em algodão outras em bamboo, complementam com capas impermeáveis. Umas, tal como as descartáveis, existem de vários tamanhos, outras, em tamanho único (ajustáveis com molas, velcro, etc).

Gostaria de saber se alguém já experimentou, quais usou e se, financeiramente, compensa ou fica mais caro. Em termos ambientais não há qualquer dúvida, uma fralda descartável demora cerca de 600 anos a degradar-se...

6 comentários:

Sílvia disse...

Olá...
A Francisca nunca usou, por isso não posso ajudar.
Mas ainda hoje li num blog acerca disso, uma mamã de segunda viagem, e que já tem experiência.
Cá fica o endereço do blog... sempre podes tentar falar com ela. Nem sei se conheces...

http://mara-barriguitas.blogspot.com/

Susana Happy Days disse...

Sabes que também já andei a olhar para elas, mas faz-me um pouco de confusão, porque na prática são quase como as antigas fraldas de pano!

Mas se souberes de mais promenores, avisa-me... ok? :)

Mara disse...

Olá Marta, agradeço a tua visita e comentário. Fico muito feliz por "conhecer" outras mamãs de segunda viagem e também não me importo nada de responder a questões sobre as fraldas reutilizáveis... estou mesmo muito satisfeita com esta opção.
Respondendo às tuas perguntas, em relação à absorção as fraldas aguentam em média 3 ou 4 horas. Devem ser mudadas com a mesma frequência que as descartáveis, portanto. Também depende do bebé, eu falo pela minha experiência. O João dorme 11 a 12 horas por noite, faz muito xixi e é raríssimo acordar molhado. Quando isso acontece, acrescento um absorvente - que torna a fralda mais volumosa. As reutilizáveis são, de facto, mais volumosas, mas nunca senti que isso me impedisse de vestir o João normalmente. Durante o Verão chego mesmo a deixá-lo andar de t-shirt e fralda porque são tão giras que substituem os calções, mas também já fui com ele a casamentos e festas e vai vestido todo "pipi" com calças normais e um rabiosque mais cheinho :o)
Em termos de investimento, nós gastámos cerca de 500 € porque comprámos 26/28 fraldas, sacos impermeáveis para as guardar sem cheiros e toalhitas reutilizáveis. Tenho que chegue para lavar dia sim dia não. Optei pelas fraldas vendidas na ecologicalkids porque não dão nenhum trabalho extra. Não se põem de molho, não é preciso andar com dobras nem com alfinetes nem com capas, não se passam a ferro... não têm nada a ver com as fraldas que usámos quando éramos bebés. Lavam-se na máquina e secam-se na máquina (ou ao ar, claro). São giras e práticas, mesmo! Tendo em conta uma estimativa poupámos cerca de 1400€ em fraldas descartáveis. Com o segundo filho a poupança sobe para os 3400 € porque o investimento já está feito e as fraldas dão para 2 ou 3 filhotes. Eu acabei por ir comprando mais algumas porque são giras, confesso, e porque queria experimentar outras marcas.
Desculpa o testamento, espero ter ajudado e estou à disposição para responder a todas as tuas perguntas. Eles no site www.ecologicalkids.pt têm lá uma secção de perguntas frequentes, vai lá espreitar... Também podes ver no meu blog, nas etiquetas tens lá a das fraldas reutilizáveis com todos os posts que já fiz a falar sobre as mesmas.
Beijocas grandes e tudo a correr bem!

apm disse...

Bem, depois do comentário anterior fiquei esclarecidissima!!
Não sei se usaria porque continua a fazer-me confusão e já tenho duas, logo o investimento não seria utilizável (para mim) a longo prazo... a não ser pelo ambiente, claro, e pelo futuro dos nossos filhos.
Experimenta lá umas para vermos como é que funciona e cuidarmos do planeta das nossas Ninis!!
Sim?! Depois quero ver.
Beijos grandes

Marta G. disse...

No meu caso, como te disse tambem pensei no assunto, e na Kituki deram-me praticamente uma formação sobre o tema.
Optei pelas descartáveis porque me pareceu mais prático, paesar de concordar que ecologicamente são um atentado; e na verdade tambem porque para primeiro filho com tantos investimentos em poucos meses que tivemos que fazer em cama, berço, carrinho, espreguicadeira, roupas, etc, etc, etc, mais 500€ para fraldas mexia ainda mais com o orçamento.
Fico a aguardar a tua decisão, e vai-te informando, como te disse, na Kituki eles vendem e podes ir lá e ver, mexer e perguntar, LOL!!
Beijinhos!

1gota disse...

Puseste-me também a pensar :)