quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Que sorte a minha

A Beatriz não come. Tem mamado pouquíssimo e já se reflectiu no peso.

Não quer biberão de forma alguma, seja com leite materno ou com leite artificial. Já experimentei tetina de latex e de silicone, e algumas marcas. Mudar leite nem vale a pena, ela nem chega a beber, basta sentir a tetina para cuspir e começar a gritar.

Só quer maminha da mãe, mas pouco, 3 ou 4 minutos e já está. Vou tendo menos leite.

Ontem liguei ao pediatra (que está de férias), vai tomar um estimulador do apetite.

Ontem fui com ela a outro pediatra, fez recolha de urina, não tem infecção urinária (causa mais comum para recusa alimentar) nem sinais de desidratação. Uma enfermeira tentou dar-lhe biberão, o pediatra tentou dar-lhe biberão. Nada. Apenas muito choro e muitos gritos. Os dois espantados! O pediatra disse para lhe dar de mamar... mamou uns 3 minutos, adormeceu. Saí de lá quase como entrei. Dar de mamar mais frequentemente (nem sempre consigo porque ela não quer), ir tentando biberão e veremos se o medicamento faz algum efeito.

Para a semana iremos ao nosso pediatra...

Pensava eu que já tinha pago todos os meus pecados com a mais velha. Passei horrores com a Nini dos 4 meses (quando iniciou com a papa) até ao ano e meio. Durante esse período as horas das refeições era um inferno. Até me doía a barriga ao aproximar-se a hora. Havia sempre choro, demorava eternidades e muitas vezes acabava por vomitar. Ainda hoje a hora da refeição é um stress, mas agora posso obrigá-la a comer. Obrigar um bebé a comer é impossível.

A Beatriz enganou-me bem. Foi uma recém nascida muito bem comportada, mamava lindamente, com muita vontade. Andava tão feliz a pensar que ia ter uma filha comilona. Achava eu, acreditava eu, na lei da compensação. Pois sim... Toma lá outra igual e não te queixes.

10 comentários:

Marlene e Simão disse...

Oh linda,
Pode ser só uma fase e que o apetite volte. Estou a torcer.
Beijocas boas

Mami disse...

Tem calma. Pode ser que seja só uma fase...
Bjs

Mami ( Sónia ) disse...

Pode ser que seja só uma fase dela, a Sofia quando eu fui trabalhar também não queria o biberão foi terrível quando eu chegava estava cheia de fome e não me largava o peito.
Vai com calma que ela habitua-se. Mas claro que nos custa a nós ver isso acontecer.
Beijos

Filipa Serrão Oliveira disse...

que chatice! E com ela a mamar menos vais produzindo menos leite que é uma chatice pegada. E obrigar é realmente impossível...eles quando não querem, não querem mesmo. Paciência e vai insistindo com a mama ou ao menos vai estimulando com a bomba para não diminuir a produção.
Por isso é que dizes que ela está magrinha...deve ser mesmo complicado, especialmente se a irmã já te fez parecido. Pode ser apenas uma fase que passe rápido =)

joana disse...

A Leonor passou uma fase igual, mamava uns 4 minutos, enquanto o leite saía com muita facilidade e depois, se tinha que puxar mais um bocadito, já não queria e isso acabou por afectar um pouco a minha produção de leite. Tb rejeitava suplemento, mas comprei os biberões da Nuk e aí já foi bebendo melhor. O meu conselho é deixares passar mais uns dias a ver se é só ma fase, não insistas muito com o biberão e oferece a mama sempre que puderes.

Anónimo disse...

Eu acho que a bebé não come porque a mama lhe é oferecida com demasiada frequência, não chegando a bebé a ter fome para fazer uma refeição mais demorada. Experimente deixar um intervalo maior entre as mamadas, quando ela tiver fome verá que não rejeita nem a mama nem o biberão.

Filipa Serrão Oliveira disse...

Marta não tenho nada a ver com isso mas este último comentário foi das coisas mais tolas que li. "A mama é-lhe oferecida com demasiada frequência"? E ela não come de vez nenhuma...por favor. Ao menos que se identificasse. Deve ser alguém que não tem filhos ou que utiliza a técnica de os matar de fome porque assim hão-de pegar na mama ou no biberão nem que seja à força...
Desculpa a intromissão, mas fiquei de boca aberta. A Clara quando não tem fome posso oferecer-lhe a mama à vontade que se limita a olhar para mim e não pega. Não precisa de chorar, nota-se bem que não tem fome.

♥ Marta ♥ disse...

Agradeço o interesse do/a anónimo/a mas todos os profissionais de saúde que contactei acerca deste assunto (pediatra, enfermeira CS, conselheira amamentação), são unânimes. Quando um bebé se está a alimentar mal deve-se aumentar a frequência das mamadas e não diminui-las.
Sei que há tendência a pensar que se tiver mesmo fome acaba por comer, mas não é verdade.
E note-se, eu não tenho como a obrigar a mamar. Eu vou oferecendo, nem sempre pega...

A mamã da Beatriz... disse...

Não sei o que te diga... Felizmente não passei por isso, mas posso-te sugerir que fales com a SOS amamentação, vai ao forum pink blue, pode ser (de certeza!) que algumas mamãs e conselheiras da amamentação te podem ajudar com dicas e sugestões.
Beijinhos

A mamã da Beatriz... disse...

Não sei o que te diga... Felizmente não passei por isso, mas posso-te sugerir que fales com a SOS amamentação, vai ao forum pink blue, pode ser (de certeza!) que algumas mamãs e conselheiras da amamentação te podem ajudar com dicas e sugestões.
Beijinhos