sábado, 30 de outubro de 2010

Homeless

As últimas noites têm sido complicadas, ou melhor, mais complicadas. A Beatriz ainda acorda 1 vez nas noites boas, 2 vezes nas normais e 3 nas piores, mas estas últimas duas semanas têm sido piores que as piores. Houve noites em que acordou de hora em hora. A culpa é da constipação que não há maneira de passar de vez. Já está quase boa só o nariz é que chateia, ora entope, ora pinga.

Esta noite depois de a deitar, numa das várias vezes em que acordou, deito-me e começo ouvir miar cá fora. Olho para o relógio, quase 6 da manhã. Continuo a ouvir miar. Penso que não pode ser o Fofinho. Continuo a ouvir e não consigo dormir, levanto-me. Abro a porta do corredor, ele não aparece, coisa que acontece sempre, vou á cozinha e não está lá, escritório, nada, corri a casa e nada.

Abro o estore, ele entra a correr. Vinha assustado e encharcado. Esteve um temporal esta noite, muito vento e muita chuva. Roçou-se nas minhas pernas de contente dezenas de vezes, depois foi comer. Passou a sua primeira noite fora de casa. Acho que não gostou da experiência.

Não fazemos ideia de como saiu, pouco antes de me deitar ainda o vi. A única hipótese foi ter saído pela frincha da janela da lavandaria que esteve aberta por causa da máquina de secar, mas parece impossível ter conseguido sair por ali. Se foi assim, saiu pela frente e conseguiu dar a volta ao condominio e saltar para o terraço, pois foi de onde apareceu.

Foi mais uma noite de pouco sono.

4 comentários:

Mami ( Sónia ) disse...

Imagino como deves andar cansada.Não é nada fácil.
Beijo grande e as melhoras

Papás do Duarte disse...

Que gato tão travesso!

:-)

A mamã da Beatriz... disse...

As melhoras para a bebé.
O Fofinho é um malandro!
Bjos

Neusa disse...

Serviu de lição para o fofinho :)