sábado, 2 de julho de 2011

A nossa experiência com as fraldas reutilizáveis

Várias vezes me perguntam sobre isso, por isso, aqui fica.

Começámos (falo no plural porque a Beatriz usa e eu manuseio!) a utilizar as fraldas tinha a Beatriz 2 meses, quase 3. Optei pelas fraldas de tamanho único - ou seja, vão "crescendo", através de molas, à medida que a bebé cresce - e de bolso, isto é, com os absorventes à parte que se colocam no bolso da fralda, podendo colocar o número de absorventes necessários, mais ou menos conforme o tempo que o bebé irá estar com a fralda.

Numa fase inicial utilizei as fraldas a 100%, nunca colocava uma descartável. Durante uns 2 meses correu bem assim. À medida que a Beatriz crescia tornou-se difícil a fralda da noite aguentar sem fugas. Acordava quase todos os dias com o body molhado. Comecei a usar uma fralda descartável à noite.

Quanto às marcas de fraldas, as preferências variam muito e vão variando ao longo do tempo. Depende dos bebés e das mamãs. Há quem dê mais relevância à absorção, outras ao volume, à qualidade do material ou até aos padrões, cores. Eu gosto das  Bitti Tutto, são fofas, têm cores lindas e são bastante absorventes (não são de bolso, têm um sistema de mola para colocar os absorventes), das Fuzzi Bunz, acho-as pouco volumosas e bonitas, das Wonderoos Minky que têm padrões muito giros e são tipo peluche (mas mais volumosas), gosto das Totsbots (tudo em um que comprei na Ecoprodutos) são menos absorventes e ganham mais nódoas mas são muito práticas e com padrões muito giros. Gosto das Bumgenius (as preferidas de muitas mamãs) por absorverem muito bem e serem muito práicas. E das Bluberry, de boa qualidade e muito absorventes. As que gosto menos são as Piriuki, embora haja um modelo mais recente de que não desgosto, tenho ainda umas da versão anterior que não uso.

A quantidade de fraldas necessárias depende da frequência da lavagem. Geralmente aconselham cerca de 24 fraldas para permitir lavar de 2 em 2 dias. Há tantas fraldas, de tantos padrões giros, de tantas marcas que acabamos por querer ter de todas. Temos mais de 30... lavo agora de 3 em 3 dias (mais ou menos).

As fraldas são lavadas na máquina, sem necessidade (nem é recomendado) de as pôr de molho ou fazer qualquer outro procedimento. As fraldas sujas vão sendo colocadas num saco para esse feito, basta apenas sacudir cocó na sanita se for o caso e retirar o absorvente do bolso. Depois, é só despejar o saco para dentro da máquina. Uso o detergente recomendado pela loja onde compro as fraldas (Ecologicalkids), Xau colónia de bebé, em pó (não se pode usar detergente liquido/gel), também coloco um pouco de aseptal (ou qualquer outro produto anti-séptico) na gaveta do amaciador.

A partir de certa altura, penso que terá sido quando a Beatriz tinha uns 8 ou 9 meses, comecei a ter alguns problemas com o odor das fraldas. As fraldas saiam da máquina aparentemente bem lavadas e sem odor mas depois, quando estavam a uso, bastava a Beatriz fazer um xixi para que ficassem a cheirar muito mal. Coloquei o problema à marca e deram-me algumas dicas de lavagem, mencionaram também que podia estar relacionado com a alimentação da bebé e com a quantidade de água ingerida, poderia dever-se à acidez da urina. Este problema foi-se arrastando e a partir daí comecei a utilizar as fraldas apenas em casa. Quando saímos coloco-lhe fralda descartável.

Entretanto, este problema foi-se resolvendo, ainda que nunca a 100%, de vez em quando lá volta a acontecer mas tem sido ultrapassado. Agora surgiu um detergente novo, para evitar estes problemas, mas ainda não experimentei.

As fraldas reutilizáveis não são um bicho de sete cabeças, não têm nada a ver com as fraldas de pano de antigamente. São produzidas com materais naturais, não provocam alergias, são de rápida secagem e não precisam de estar de molho. Quando alguma mancha persiste, colocar a fralda ao sol faz com que desapareça. Mas não são fraldas descartáveis, dão mais trabalho. Quem disser que não acho que se está a enganar a si próprio. O procedimento diário é: fraldas prontas na gaveta, colocar no bebé tal como as outras (muitas delas têm o mesmo esquema de velcro, é mesmo semelhante em termos de colocação, outras são de molas, mas simples também de colocar), na hora de trocar a fralda, em vez de ir para o lixo, tirar o absorvente do bolso e colocar ambos (absorvente e fralda) no saco das fraldas, antes sacudir cocó na sanita se for caso disso (quando não se consegue sacudir, nos primeiros meses em que os cocós são líquidos, passava por água antes de colocar no saco ou retirava o excesso com papel higiénico). Lavagem: despejar o saco para dentro da máquina e colocar o próprio saco também a lavar, geralmente lavo a 40º, se muitas tiverem tido cocó, faço pré lavagem, se a maioria for só de xixi, faço a lavagem normal. Uso o Xau colónia de bebé (não se pode usar amaciador). Colocar as fraldas a secar de preferência no exterior, ao sol, evita que ganhe manchas. Depois de secas, colocar os absorventes dentro do bolso das fraldas, fecha-las e coloca-las na gaveta, prontas a usar. Se forem muitas fraldas, este procedimento de "montar" as fraldas pode demorar um bocadinho.


Em conclusão, acho que o uso das fraldas reutilizáveis tem que ser ponderado, não é só vantagens mas tem muitas. Há quem diga que, embora se tenha que fazer um investimento inicial elevado, a longo prazo (cálculos a 2 anos de uso de fraldas descartáveis) torna-se mais económico o uso das reutilizáveis. Mas também gastamos mais água e electricidade na lavagem. Mas, do ponto de vista ambiental, não podemos esquecer a quantidade de papel, de água e de energia que se consome para a produção das fraldas descartáveis enquanto que o material usado nas de  pano é um recurso facilmente renovável. Acho que tem um grande peso na decisão sabermos que uma fralda descartável demora cerca de 300 anos a degradar-se realmente podermos fazer algo para diminuir a nossa pegada ecológica e contribuir para sustentabilidade ambiental.

16 comentários:

Susana Happy Days disse...

Quando experimentares o novo detergente, diz-me de tua justiça, para ver se ainda regresso às fraldas!
Tenho-as usado (sem absorventes é claro), como "cuequinha" para tapar a descartável.... depois de tanto investimento não as ia deitar fora, certo? ;)

**SOFIA** disse...

e tens experiência de mandá-las para a creche com este tipo de fraldas?

efectivamente há algum trabalho de volta deste método, no entanto entrando no esquema e tendo varanda/terraço a coisa deve tornar-se mais exequível. confesso que na hora de comprar penso sempre que uma fralda de reutilizável "compra" um pacotão de 70 fraldas... sou uma comodista, confesso :(

Joana disse...

Como sabes, eu uso e não me arrependo do investimento. O trabalho que dão faz-se bem e uma grande vantagem de que não falaste é que não há assaduras nos rabinhos! Para mim, a grande desvantagem é o volume e, por isso, às vezes uso descartável para sair de casa com algumas roupas, senão fica com um rabo gigante e tenho de lhe vestir calças de tamanhos acima para servirem na cintura e que depois lhe ficam compridas. Mas se tivesse uma menina e andasse de vestido... À noite também uso descartável porque ele mama durante a noite e, por isso, faz muito xixi. Quanto ao cheiro, não noto, se calhar quando introduzir outros alimentos notarei, não sei...

Mara disse...

Como sabes, a nossa experiência com as fraldas reutilizáveis tem sido a melhor possível. Ao início, quando o João começou a usar, introduzimos uma nova tarefa na nossa rotina e tivemos algumas dúvidas, mas com a Rita já é tudo tão automático que acho mesmo que as fraldas não dão trabalho nenhum - eu só as lavo e estendo, o papá é que as "monta" para serem novamente usadas enquanto vê TV ;)
Engraçado que não me habituei às Bitti Tuto, prefiro 1000 vezes as bitti d'lish. E quanto às Piriuki, gosto mesmo muito da nova versão, mas as primeiras não me agradam nada (ainda bem que só tenho uma destas).
E quanto ao uso do creme e das assaduras, o João e a Rita sempre tiveram que usar... saem a mim e têm os dois pele atópica. É muito raro não ter que lhe(s) pôr creme.
Beijocas

Filipa Serrão Oliveira disse...

Nós tb continuamos a usar e estamos muito satisfeitos. Quando saio para sítios complicados onde posso estar 3 ou 4 horas sem poder trocar a fralda, aí uso descartáveis e à noite uso sempre pq ela faz demasiado xixi e dorme quase 11h seguidas, às vezes mais. De resto anda sempre com as fraldas reutilizáveis e sempre com o rabo sequinho e sem assaduras. O resto do procedimento é igual ao teu, mas agora temos juntado 1 colher do novo detergente Rockin green ao Xau e tem sido impecável! Sai tudo sem cheiros. O pó para o balde é q não me convenceu ainda. Eu não me arrependo nada, acho que ela anda muito mais confortável do que com "cuecas de plástico". Ah e eu não gosto das Bitti e tenho 3. qualquer dia ofereço-tas ;) piriuki detesto, só tenho das antigas. Gosto de bumgenius, adoro fuzzi (sempre com 2 absorventes), blueberry e swaddlebees e tots bots com 1absorvente extra qualquer. Mas adoro e recomendo!

apm disse...

A Alice fez há pouco 2 meses e ainda não comecei a usar as reutilizáveis, talvez por preguiça e por ter acompanhado a V/ saga dos cheios, pois já acho que o tma único dava...
Também ainda tenho poucas e ela muda tantas vezes de fralda que até me assusta pensar nisso.
Talvez comece aos poucos para ver se me habituo!!
BJo

Márcia disse...

apm, vais na 3ª menina?!

Mami ( Sónia ) disse...

Eu comprei agora para o Tito, espero dar-me bem, devo ter umas 16 para já, quero ver quais as que gosto mais para depois comprar mais.
ao principio sai caro mas é como dizes a longo prazo vale bem o investimento!

Marta disse...

Sofia, Não tenho essa experiência pessoal de levar as fraldas para a creche mas conheço de perto quem tenha, a Susana que também comentou.
A Susana tem a bebé dela, da idade da minha Beatriz na escolinha da Nini e as fraldas foram muito bem aceites, não houve qualquer impedimento. Segundo sei, as rotinas são exactamente iguais ao que se passa em casa e ao que se passa na creche com as descartáveis. A única diferença é, em vez de deitar a fralda ao lixo, colocam-na no saco das fraldas. Depois é a Susana que em casa trata do resto! É só colocar diariamente as fraldas, limpas e prontas a usar no saco da bebé.

Márcia, sim, a Apm teve há 2 meses a 3ª princesa :)

Susana Happy Days disse...

Sim é verdade, na escolinha da Maria não houve qualquer tipo de problema em usar as fraldas.
Infelizmente deixamos de as usar, por causa do problema dos cheiros... mas se me dizem que o novo detergente resolve, sou capaz de experimentar agora durante as férias a ver. E se realmente o problema dos cheiros ficar resolvido regressamos exclusivamente às fraldas reutilizáveis.
A Maria usava apenas e só fraldas reutilizáveis, mesmo durante a noite, não tínha problemas com fugas. Foi mesmo só o cheiro que não conseguia tirar das fraldas.

Rita disse...

Olá!

Qual é esse novo detergente? Rockin green? Compra-se onde? Usa-se em vez do Xau ou a par deste?
Eu ainda não comecei a usar as fraldas, estou à espera que o D. seja um pouco mais crescido. Acho as fraldas muito volumosas para um rabinho tão pequenino. E tenho de ganhar coragem :)
Eu tenho apenas algumas, para ir experimentando. Ainda não vi comentários acerca das Charlie Banana. Eu tenho 1 ou 2 dessas e parecem-me que serão das que vou gostar mais. Alguém tem experiência com elas?

Marta disse...

Rita,
É esse o novo detergente. Compra-se na ecologicalkids. Há quem use apenas esse detergente e há quem misture com o xau. Eu ainda não experimentei. Também já vi testemunhos de quem continue a usar o Xau e de vez em quando usam este novo para evitar que as fraldas acumulem resíduos.
Eu não tenho charlie banana mas a minha irmã tem e gosta.

Mãe de 2 disse...

Olá Suzana tudo bem?

Aqui usamos as fraldas Dipano( http://www.fraldasdipano.com.br/produtos.php?cat=MTc ), são ótimas, deixam o bb sequinho, não vazam.

Em relação ao cheiro, estou seguindo a recomendação da própria Dipano. Eu faço um enxágue antes da lavagem (sempre com água fria), depois a lavagem normal sempre com pouquíssimo sabão (uso o líquido), cerca de 20ml para uma máquina de 12kgs cheia! E depois faço um enxágue duplo.

Não tive mais problema com o mau cheiro das fraldas!!! E pra eliminar o mau cheiro, devem-se lavar várias vezes só com água, para tirar todo o resíduo. E depois tomar cuidado para não exagerar no sabão!

Gostaria de compartilhar com vcs os grupos virtuais que temos aqui no Brasil para trocas de informações sobre as fraldas reutilizáveis:

http://www.orkut.com.br/Main#CommTopics?cmm=111912804

https://www.facebook.com/home.php?sk=group_200889983278164&ap=1

http://br.groups.yahoo.com/group/fraldadepano/

Sejam bem vindas, e vamos adorar as participações de vocês!!!

disse...

ola!

eu tambem comecei a usar as fraldas lavaveis quando a matilde tinha dezoito meses e comecei logo no segundo mes do gabriel tambem.

antes usava as sempre,de noite e de dia.
deixei de usar de noite porque haviam sempre fugas alias com as descartaveis tambem ha fugas de noite!!
e deixei de as usar quando saio porque as descartaveis aguentam mais tempo sem mudar,por isso mais praticas.

eu tive esse problema dos cheiros!!e resolvi o problema num instante e nunca mais tive outravez:ponho as fraldas na maquina e programo para so passar por agua (30 minutos)e so depois lanço o programa de lavagem a 30° e 30 minutos.ficam impecaveis,nunca mais tive cheiros!uso qualquer detergente liquido bio.

é verdade que consumo muita agua com as fraldas lavaveis!!

Anónimo disse...

Gгеat post. I will bе dealing with some of these issues as well.
.

mу wеb site - hcg injections vs drops
my webpage - hcg injection

Anónimo disse...

O detergente xau diminui a absorçao das fraldas? Sentem diferença quando usam o xau e o rockin green?