terça-feira, 10 de abril de 2012

A saga do bolo

O meu mais velho (!) fez anos na sexta feira. O plano, entre mãe e filha mais velha, era fazer-lhe um bolo na quinta e na sexta, dia em que fomos para fora, levá-lo escondido.

Pois que quinta feira foi um dia complicado. Até fui fazer as compras necessárias mas não consegui fazer o bolo. Reajustamos o nosso plano: havemos de conseguir comprar qualquer coisa por lá.

Sexta feira, dia de aniversário, cantamos-lhe os parabéns ainda em casa, mas sem direito a soprar a vela. Seguimos viagem e o dia foi passando. Passeámos e não deu jeito afastar-me para comprar o bolo. Fomos jantar, e supostamente seria na sobremesa. Mas foi um daqueles jantares, um daqueles que de vez em quando acontecem, em que elas (neste caso a mais nova) boicotam tudo. Não se sentava na cadeira (dizia que tinha bichos), não comeu a sopa (era muito liquida), fui insistindo e acabou por vomitar (sim, em pleno restaurante). Já nem pedimos sobremesa.

Lá fizemos uma outra tentativa. Disse que precisava mesmo de ir a um hipermercado, tinha-me esquecido de algo essencial. Encontramos um Jumbo. Fechado. Era feriado, fechou mais cedo. Ok, vamos ao shopping, pode ser que encontre. 

Finalmente comprei uns queques manhosos (ok, até eram saborosos) num café do shopping, e vela? Pois, nada de vela. Toca a passar na tabacaria e comprar fósforos, é melhor que nada.

Claro que nesta altura já ele tinha topado tudo e eu só me ria com as justificações da miúda: Ó pai, só vamos ali comprar uma coisinha, tu não podes ir, está bem? Não é nada, é uma coisa que precisamos. 

Mas lá lhe cantámos os parabéns, num quarto de hotel, com uns queques de chocolate e limão, com uns fósforos espetados (que apagaram umas quantas vezes), mas sinceros e carinhosos!

8 comentários:

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Reconheço que já usei os bolos mais estranhos para cantar os parabéns a familiares... mas, fosforos a fazer de velas?! Ui... isso é a revolução total! Gostei!

O que conta é a festejar :))

raquel disse...

Tenho a certeza que lhe soube pela vida.
Queuqes recheados de muito amor.
Beijo enorme*

Marta G. disse...

O esforço dessa saga valeu tudo!!
Que sorte Senhor Pai!
:)

**SOFIA** disse...

muito bom!!! uma família portuguesa com certeza que se desenrasca na perfeição!

parabéns ao mais velho ;)

mamã do luisinho disse...

Pois...e eu esqueci-me completamente dos anos do Nuno...tivesse ele fb e isto já não passava:( Bjinhos para os 4.

cristina disse...

Sinceros e carinhosos é o que se precisa:)

sofia disse...

:))
O que é preciso é festejar, cantar os parabéns e soprar qualquer coisa!!!
Parabéns ao mais velho
beijinhos

A mamã da Beatriz... disse...

e não foi um aniversário diferente?? eheheh o que importa é que correu bem e até se divertiram!!!