sexta-feira, 18 de junho de 2010

305g

Foi o aumento desta semana.
Está com 3.680g. E embora haja episódios de bolçar bastante (às vezes já nem considero bolçar mas vomitar) não teve qualquer influência no peso dela, devem acontecer por mamar demais.

Sobre as pesagens no centro de saúde:
Tenho lá ido semanalmente pesar a Beatriz. Se vamos sem marcação, torcem o nariz, esta semana marquei, para hoje às 9h20. Chego lá e espero... às 9h40 vou perguntar se é preciso avisar que tinha chegado (a enfermeira tinha-me dito que não) porque ainda não me tinham chamado. Diz-me o senhor da recepção que não chamaram nem iam chamar porque a enfermeira está de greve. Ora bolas, bem podia estar lá sentada à espera, ninguém avisa?! Queria que voltasse na 2ª. Ora bem, não preciso da enfermeira para nada, posso entrar e pesa-la eu? Haviam de ver a cara dele, mas levantou-se e foi falar com alguém. Passado um pouco mandou-me entrar, esperava-me a nossa médica de família, que não conhecia porque nunca lá fomos. Pergunta-me se é urgente, se há algum problema. Digo que não mas que quero vigiar o peso. Ah e tal, a enfermeira não está. Faço a mesma pergunta, posso utilizar a balança? Encolhe os ombros e responde: Por mim... esteja à vontade. E lá a despi, pesei, vesti e vim embora.

9 comentários:

Carina M disse...

É que já não há pachorra para tanta greve, tudo bem que há o direito a reclamar, mas tem sido por demais, os pedis dizem quanto custa mas ao menos sabemos que estão lá.

E já agora que a Beatriz que continue a crescer como até aqui.
Bjs

Keratina disse...

Duas palavras: Ganda Marta!

Bjokas

mamã do luisinho disse...

Tou com a tia K: grande Madrinha:)
Bjs

Isabel disse...

bolas, que anormais...
há farmácias que pesam, se calhar mais vale...

Mami disse...

Isto é uma tristeza. Não há condições. E a médica tb deixa que diga que foi uma grande parva! Mas foste uma valente! Muito bem! ;)

Mims disse...

Acho que as greves devem ser respeitadas, e nós temos todo o direito a elas, porque trabalhamos muito e o nosso trabalho quase sempre não é reconhecido, pois nota-se muita a diferença como um utente fala com um médico e com um enfermeiro.No entanto Marta, se eu tivesse no lugar dessa enfermeira, e caso estivesse a fazer greve, diria o que se passava e não deixava ninguém a espera. Por outro lado a médica não teve nada bem em deixar-te usar a balança sozinha. Era dever dela pesar a Beatriz. Enfim também para trabalhar em saúde é preciso ter talento e feitio :)
Beijinhos e desculpa pelo testamento.

Anónimo disse...

Mais vale comprar uma balança. Sempre dá para mãe e filha :)

A mamã da Beatriz... disse...

Mai nada!!! Ah mulher desenrascada!!! Eu pesava a Beatriz sempre sozinha, no gabinete da minha pediatra, na clinica da PPP. Explicaram-me na 1ª vez como a colocava na balança, aguardar p que o digital fixasse e pronto! Registava eu o peso. Faz-me confusão é haver pessoas atadas que não se conseguem desenrascar, até com uma ida ali à padaria... Viva as mulheres desenrascadas!!!
Bjos
Ah! Tb podes fazer o controle em casa na tua propria balança digital, pesaste com ela, depois sem a menina e é só reduzires o peso. Desvantagem: não ficas com as gramas completas (a minhas não dá,dá p.e. 14,3, mas n sei se são 320 gramas ou 390...)

Daniela - Coisas Miméticas disse...

Olá,

Chamo-me Daniela e gostava de apresentar o meu blog, com peças feitas por mim:

www.coisasmimeticas.blogspot.com

Dúvidas ou sugestões: coisasmimeticas@gmail.com

Obrigada!

Daniela – Coisas Miméticas