domingo, 13 de janeiro de 2013

Coisas que eu não entendo #1

Petições para salvar um cão que matou um bebé.

6 comentários:

**SOFIA** disse...

Olha isto é o fim. Eu percebo q o cão assustou-se e que até podia ser um amor de pessoa, mas isto era uma bomba-relógio. Pessoalmente abomino esta raça.

**SOFIA** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sara disse...

Eu não abomino a raça, acho que todos os cães podem ser bons se tiverem donos equilibrados. Mas realmente a petição parece-me exagerada. Entendo as pessoas mas agora não há nada a fazer. O cão atacou pronto, lamentamos muito a morte da criança mas ele pode voltar a atacar. Discordo sim com o extermínio da raça como estão a fazer em certos países. Acho que as raças por mais perigosas que sejam não devem ser exterminadas.

Quanto a este cão infelizmente sim acho que deve ser abatido

Marta G. disse...

Pois Marta, tambem fico atónita.
Mas mais que a petição arrepia-me ler que essas pessoas tão defensoras do animal que matou o bebé acusarem em modo sumário e sem dó nem compreensão os pais do bebé, que eles sim são uns irresponsáveis por não terem tomado atenção às movimentações do bebé.
Sim, porque a criança foi até à cozinha...!
A insensatez e o desiquilibrio dos que defendem o animal vê-se na forma doente como atacam aqueles pais que devem estar na maior das desgraças emocionais...
Tristes!

Chris disse...

Ora aqui está um tema "complicado". Se por um lado acho um exagero fazer uma petição por um cão, por outro acho injusto matar um cão só porque temos de arranjar um culpado. Não acho bem culparem a família. Não acho normal um cão daquele tamanho viver numa cozinha. Mas também não acho que se deva matar o cão.
Há muitas opiniões sobre o assunto, esta é a minha :)
Abraço

mamã do luisinho disse...

Concordo em plemo com a Marta G. Não entendo o que se passa na cabeça das pessoas. Faz-nos lembrar que há muitos caes que são tratados de uma forma que muitas crianças desejariam ser...muito triste mesmo.